3 de jan de 2018

Agenda Cultural: Negreiros


O que aconteceu com os libertos após 13 de maio de 1888? O que o Brasil fez com eles? Assunto ainda atual no século 21, a Companhia Artística LaCasa traz em Negreiros o por que, ainda nos dias de hoje, é preciso abordar essa questão. É necessário falar sobre ser negro em um país de maioria negra, mas de minorias negras. A política brasileira do século 19, época da Lei da Abolição no país, não é tão diferente da atual.
O espetáculo Negreiros será apresentado no Teatro Linda Mascarenhas, no Cepa, bairro do Farol, nos dias 5 e 6 de janeiro, às 20h, com ingressos a R$ 20 inteira e R$ 10 meia.
Preconceito, perseguição, esquecimento. A relação opressor e oprimido é colocada em cena. Mágoas, lutas, superação e enfrentamento para a construção de um ser humano melhor, mais respeitado e reconhecido.
Com Negreiros, a Cia alagoana LaCasa aborda a questão da abolição em nosso país e coloca no palco o quanto ainda é difícil, na prática, as palavras CIDADÃO, RESPEITO e SER HUMANO.
O texto é do jornalista e ator Abides Oliveira, que assina a direção com Fátima Farias. A direção musical é do compositor e músico Gama Júnior, figurino e cenário da socióloga e atriz Ane Oliva, desenho de luz de Fátima Farias, figurino e orientação artística cena “África” de Nani Moreno, música e preparação maculelê de Rodrigo Pedrosa, tradução e orientação yoruba de Jorge Riba, arte de Abides Oliveira, fotos de Bero Carvalho e produção de Abides Oliveira.
O ator e músico Gi Silva, da banda RaizKanoa, forma o elenco com Abides Oliveira. Uma das músicas da banda, “Leve Brisa” de autoria de Gi Silva, faz parte da trilha musical do espetáculo.
As apresentações do Teatro Linda Mascarenhas da peça Negreiros tem apoio cultural da Benefisio, Namastê Produções, Instituto Eu Mundaú e Instituto Zumbi dos Palmares.
Teatro Linda Mascarenhas
Dias: 5 e 6 de janeiro
Horário: 20h
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)
Informações: (82) 99930-9866
Fonte: Assessoria

27 de dez de 2017

Agenda Cultural - O despertar do contato com o interior

Nesse encontro a intenção é de se reencontrar com a criança interna, conectando com a consciência de unidade, onde se realiza o despertar dos sentidos, tanto do corpo como no espirito. Numa dança que mesmo sendo contemporânea radica o movimento primigênio, que aflora a sensibilidade e confiança, o equilíbrio e a força, assim como a criatividade. Durante esse dois dias confraternizaremos através da dança, da yoga, da acro-yoga, da biodança, da contemporânea, da capoeira, acrobacia e circo. Tudo será uma integração dentro do contato improvisação.

SEGUE PROGRAMAÇÃO
Dia 28: Aulas
• Yoga 9:00 /10:00
• Técnicas e bases do contato improvisação 10:00/11:30
• Almoço de 11:30 /13:30
• Circo (Malabares) 13:3/14:30
• Jam 14:30/16:00
• Café/chá 16:00

Dia 29:

• Alongamento/Acroyoga 9:00/10:00
• Técnicas e bases do contato improvisação 10:00/11:30
• Almoço de 11:30 /13:30
• Contemporânea 13:3/15:00
• Jam 15:30/16:30
• Café/chá 16:30


LOCAL: CIC/UFAL - Centro de Interesse Comunitário(Atrás da Praça dos Bancos na UFAL)

Valor: contribuição mínima de 10,00 reais aporte consciente (poderá contribuir com mais se assim quiser)
Facilitadora:
Marina Gianfelici