7 de nov de 2015

Tanto faz

Tanto faz, já que todos os avisos foram dados, tanto faz!

O amarelado do sol acabou por hoje, todos os dias acontece no mesmo horário. Beijos colados, fotografias perfeitas para transformar em quadro!

Corpo gostoso no meu encaixou, isso me fez gostar do sabor do seu suor.
O cheiro do sua pele me agrada, gosto da cara que faz quando fica sem graça.

Mania minha de me envolver com quem pra me oferecer não tem nada. Me dá uma camisa, não tem toalhas... Me enxugo e o cheiro do seu amaciante se mistura com o cheiro do sabonete. Vamos fumar um. Já, já, tem sorvete!
Como podes me conhecer se nunca te vi? Como podes realizar as fantasias que eu sempre quis? Filma o sexo, fotografa cada emoção.

Essa história de alma gêmea ficou para o Fabio Jr., foi por acaso. Puta que o pariu, que destino malvado!
Tanto faz! As regras foram ditas desde o começo, pois só é perfeito quando não rola envolvimento. Pés no chão, parece que a novinha da história aqui sou eu. Por mais que eu tenha vivido, o controle dele é maior do que o meu!

Como podes conhecer meu corpo? Por que beijas tão bem? Eu agradeceria ao destino se fosse diferente, eu queria que fosse.
Era para ser uma merda! Era para a transa não prestar, era para o meu corpo no seu não se encaixar, era para o beijo não ser perfeito a ponto de me fazer viajar!

Só estaria certo se tudo tivesse dado errado.

Alyne Sakura
Edição: Renata Orlandi